Postagens

No lugar do outro

Imagem
Estamos vivendo uma crise intensa: a das relações humanas.  Todos os dias testemunhamos ou protagonizamos, tanto na vida presencial quanto na virtual, comportamentos e atitudes que vão do ódio declarado ou sutil ao desdém em relação ao outro. 
As relações humanas, sempre tão complexas, exigem delicadeza, atenção e compromisso social. Tem sido difícil manter a saúde mental e a qualidade de vida no contexto atual. Crianças e adolescentes já dão sinais claros de que têm aprendido muito com nossa dificuldade em conviver com as diferenças e de respeitá-las; de tentar colocar-se no lugar do outro para compreender suas posições e atitudes; de ter compaixão; de conflitar em vez de confrontar; de agir com doçura, por exemplo. Conseguir fazer isso é ter empatia com o outro. Pais e professores têm reclamado de comportamentos provocativos, desrespeitosos, desafiadores e desobedientes dos mais novos.  Entretanto, se pudéssemos nos dedicar por alguns momentos à auto-observação, constataríamos essas cara…

9 Aplicativos para estudar para o ENEM

Imagem
1. APP PROVA O aplicativo, criado por professores mineiros, contém cerca de 9 mil questões do Enem. Ao errar uma delas, o sistema mostra a resposta correta e indica o conteúdo que precisa ser revisado pelo estudante. Disponível para Android e iOS.
  2. DESCUBRA O ENEM O app conta com testes de edições anteriores da prova, além de questões formuladas por professores do Colégio Pentágono do Rio. Ao concluir o simulado, o estudante indica seu Estado e a carreira que pretende seguir, para que o aplicativo ofereça uma classificação em relação aos demais usuários. Disponível para iOS. 3. ENEM FREE Conta com mais de 1.400 questões, sendo 300 gratuitas e as restantes pagas. As perguntas foram retiradas dos exames realizados entre 1998 e 2012. Os testes são escolhidos por quantidade de enunciados e matérias e a partir dessa decisão o sistema seleciona aleatoriamente quais questões o aluno vai responder.
   4. ESTUDAVEST O app oferece questões tanto para o Enem quanto para vestibulares. O estudante po…

Rotina de Estudos

Imagem
1. Mantenha-se bem informado
Ler sites de notícias Assistir telejornais Conversas com familiares e amigos
2. Tenha um horário fixo de estudo
Além do horário de tarefa, organize um tempo para revisar os conteúdos trabalhados em sala. Comece com 30 minutos de revisão, de segunda a sábado e aumente 20 minutos por semana. O cérebro humano é uma máquina de criar novos hábitos. Se você senta todo dia às 15h e revisa conteúdos até às 17h, a cada dia que passa será mais fácil para você completar essa jornada de estudos. Observe e descubra em quais horários o seu cérebro aprende mais. Você já sentiu que rende muito mais em determinado horário do dia? Pois é, todos nós temos picos no qual nos sentimos mais dispostos. Algumas pessoas gostam de estudar logo de manhã, outras tem mais disposição a noite.
3. Intercale matérias
Quando você estuda um assunto por tempo demais, o seu cérebro pode se “estressar” e começar a deixar tudo mais nebuloso e confuso. Por isso, se perceber que está se distraindo com mu…

As Lentes que Vemos no Mundo

Imagem
O Desafio de conviver com as diferenças pode trazer grandes progressos
Pesquisas sugerem que o contato com grupos diferentes é um meio poderoso para melhorar as relações e tornar a convivência no mundo mais harmoniosa.
Conviver não é simplesmente viver com outra pessoa.  Não significa uma simples aceitação do outro. É entrelaçar culturas, respeitar formas diversas de pensar, de ser, de agir, de crer, de perceber e encarar a própria vida. Já comentei em outro texto aqui blog que só crescemos quando convivemos com os outros e, sem dúvidas, os amigos nos ajudam a entender nosso lugar no mundo.
Mas devemos conviver apenas com aqueles que se parecem conosco? Durante o intervalo das aulas na escola, é possível notar que as crianças se agrupam por características em comum como preferências, maneira de se vestir e até por maneiras menos óbvias, como usarem óculos ou aparelho. Os pássaros da mesma penugem têm esse comportamento, tendem a se juntar (os sociólogos chamam de homofilia). Agindo dessa …

Competências Socioemocionais

Imagem
A Educação Socioemocional deve ser abordada como uma virada pedagógica entendendo educação como sinônimo de construção, incentivo, motivação, criatividade e ousadia. Pesquisas revelam que alunos que têm competências socioemocionais mais desenvolvidas apresentam maior facilidade de aprender os conteúdos acadêmicos A geração atual está voltada para a transmissão das informações e do fácil acesso, deixando para escanteio a formação do ser. O professor tem um papel diferente, agora ele é como um curador e continua sendo essencial na vida de cada educando, para nortear o caminho daquelas tantas informações disponíveis na internet, na TV, no cinema e em todos os meios de comunicação. O número de informações que uma criança possui não importa se ela não tiver capacidade de direcioná-las na sociedade e no meio, por isso o educador deve mediar estas relações. Conhecer proporciona encontro de mundos. Um monte de tijolos para um profissional da área médica pode não representar nada, mas para um en…

Criar Filhos para o Mundo por Carla Baldnini

Imagem
Quando minha primeira filha nasceu eu ouvi isso de minha mãe: “Criar filhos para o mundo”.
Fiquei escandalizada, Carolina era um bebê tão indefeso em meu colo que eu me recusei a ouvir aquela voz que tinha ao mesmo tempo verdade e amor.
Pensei: Ela só pode estar brincando. 
Dois anos depois já estava nascendo a Júlia, minha segunda filha e minha mãe insistia: “mais uma para ganhar o mundo”.
Aí eu tomei coragem e disse: “Credo mãe, elas vão ficar aqui juntinho de mim. Você vai ver!!”
Bem, e hoje....... Carolina tem 20 anos, mora em Piracicaba, faz faculdade na Esalq -USP e leva a vida por lá. E muito bem por sinal.
E a Júlia...... ahhhh, A Julinha tem 18 anos, mora na Dinamarca e me diz que não volta mais para o Brasil. Agora, depois de muita angústia para elaborar isso, eu consigo dizer: “Que bom terei mais lugares para passear”.

Minha vida de mãe, psicóloga e diretora do Villa Lobos me ensinou muito, abriu meu coração e mudou meu olhar.
As relações num contexto familiar podem ser nocivas e s…

Volta às Aulas!

Imagem
A volta às aulas é um momento de muitas emoções. As crianças ficam agitadas e às vezes ansiosas para o primeiro dia.  Querem encontrar os antigos amigos, conhecer amigos novos, contar as novidades. O fim das férias também pode gerar sentimento de tristeza, algumas crianças podem entender como o fim do tempo de estar mais com pais e familiares. Não importa se a escola é nova ou não, sempre bate aquele friozinho na barriga para conhecer a turma e a nova professora. Por isso é muito importante os pais estarem mais atentos e conversarem sobre as novidades que o novo tempo vai trazer.  A conversa pode acalmar a ansiedade e os pais podem mostrar aos filhos as novidades que estão por vir, encorajando-os para o novo período educativo que pode ser prazeroso.
       A primeira semana de aula é fundamental, é neste momento que a criança é capaz de conhecer o espaço, os colegas e as regras da escola.



Uma nova fase sempre traz novos desafios e as novas exigências ajudam no amadurecimento.

     A vida …